Enquanto eu estava aprendendo a ganhar dinheiro, tiraram a ‘monetização’ do meu canal do YouTube, diz Será Winter.

Ex-extremista Sára Winter diz que seu canal do YouTube foi desmonetizado.

Militante da extrema direita e Sara Giromini.

Por: O OntagonistaPhbwebcidade Parnaíba PI

A militante bolsonarista Sára Winter afirmou que seu canal no Youtube foi ‘desmonetizado’ após sua prisão.

“Eu descobri nesses últimos meses que fazendo live você ganha dinheiro. Enquanto eu estava aprendendo a ganhar dinheiro, tiraram a monetização. Que merda. Nesse último mês eu fechei o mês com mais ou menos 1.800 dólares, não sei se esse dinheiro vai cair na minha conta”, disse em coletiva a jornalistas.

Apontada como chefe de um grupo de extrema-direita que apoia o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ela estava presa desde o dia 15, por ordem do ministro Alexandre de Moraes, que é relator do inquérito que investiga a organização de atos antidemocráticos.

Sara é suspeita de captar recursos para os atos.

Sara Giromini também é investigada em outro inquérito, que apura a produção e disseminação de fake news e ataques ao Supremo.

A extremista também é alvo de investigação pela Polícia Civil do DF. A corporação apura a conduta de grupos que praticaram atos antidemocráticos no DF e cometeram crimes de injuria e ameaça contra autoridades dos Três Poderes. Segundo o delegado Ricardo Gurgel, que cuida do caso, Sara também é alvo da apuração por ser integrante do grupo.

E agora ela está sendo monitorada com Tornozeleira Eletrônica após ser preza no dia 15 por participar do grupo do grupo “300 de Brasília” na qual era líder ameaçando os magistrados do Supremo Tribunal Federal (STF) em Brasília.

Compartilhe esta notícia!

Atividade Principal: Editor de Jornais Diários Independente. CNAE - 58.12 - 3/01. CNPJ: 33.094.337/0001-64 Empresa: Phbwebcidade. Formação: Pedagogo e Especialista em Psicopedagogia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese