Miss Universo 2023: Sheynnis Palacios, da Nicarágua, é a vencedora de edição mais inclusiva

Modelo se tornou a primeira mulher nicaraguense a vencer a competição mundial. Brasileira não conseguiu se classificar para o top 20 e ficou de fora da disputa pela coroa este ano

Sheynnis Palacios se tornou a primeira mulher nicaraguense a vencer o Miss Universo.  Foto: Reprodução de Vídeo/YouTube/Miss Universe

Estadão

Sheynnis Palacios, da Nicarágua, foi a vencedora da 72º edição do Miss Universo, realizado neste sábado, 18 de novembro, em El Salvador. Aos 23 anos, Sheynnis se tornou a primeira mulher nicaraguense a vencer a competição mundial. Anntonia Porsild, de 27, da Tailândia, conquistou o segundo lugar. Já a terceira posição ficou com a australiana, Moraya Wilson, de 22 anos.

R’Bonney Gabriel, participante dos Estados Unidos, eleita em 2022, repassou a coroa dela à nova escolhida. Sheynnis é modelo e detentora de diversos títulos de concursos de beleza.

Entre as candidatas, a gaúcha Maria Brechane foi a representante brasileira, após ter vencido o Miss Brasil 2023. Este ano, Brechane não conseguiu se classificar entre as 20 finalistas do concurso.

Esta edição do Miss Universo foi um marco na história do concurso, criado em 1952. Pela primeira vez, duas mães, duas mulheres trans e uma mulher plus-size participaram da competição. Ao fim da transmissão no YouTube este ano, foi anunciado que em 2024 a disputa será realizada no México.

Compartilhe esta notícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese