Champions League: Milan derrota PSG de virada e embola grupo; torcida atira dinheiro em Donnarumma

Rafael Leão e Olivier Giroud conduzem vitória da equipe de Milão no San Siro; Borussia Dortmund fica na ponta da chave

Notas falsas de dinheiro com rosto de goleiro foram atiradas em direção ao atleta no San Siro. Foto: Gabriel Bouys / AFP

Estadão

O Milan venceu o Paris Saint Germain por 2 a 1, de virada, nesta terça-feira, e embolou o Grupo F da Champions League, considerado “o grupo da morte” do torneio. Skriniar abriu o placar para os parisienses no San Siro, mas Rafael Leão empatou e Giroud virou para levar a equipe italiana, antes última colocada da chave, ao terceiro lugar, com cinco pontos, um atrás do PSG, segundo colocado. O líder é o Borussia Dortmund, dono de sete pontos, que venceu o Newcastle (quarto, com quatro), por 2 a 0, também nesta terça.

O jogo foi marcado por um ato de ressentimento de torcedores milanistas da Curva Sud, que atiraram dólares falsos em direção a Donnarumma, do PSG, ex-goleiro do Milan. Foi a primeira partida do goleiro italiano no San Siro desde que deixou o clube rossonero para defender o time de Paris, em 2021, movimentação que fez a torcida dar a ele a pecha de “mercenário”.

O PSG apostou em um jogo paciente de posse de bola, teve sucesso em mantê-la nos pés e conseguiu transformar a situação favorável em gol ainda nos primeiros momentos da partida. Quando o cronômetro marcava apenas oito minutos de bola rolando, Skriniar aproveitou cruzamento e abriu o placar ao cabecear para a rede defendida pelo francês Mike Maignan.

O cenário, contudo, não era de domínio absoluto. Fiel à proposta de jogo do técnico Stefano Pioli, o Milan estava organizado defensivamente e mostrava-se dinâmico nos contra-ataques. O empate veio apenas dois minutos depois de o adversário ter balançado a rede. No lance, o pressionado Donnarumma defendeu finalização de Giroud, mas foi vencido por uma puxeta do camisa 10 Rafael Leão.

O Milan terminou o primeiro tempo em alto e voltou bem para o segundo, tanto que alcançou a virada ainda aos quatro minutos, com mais um gol de cabeça, desta vez marcado por Giroud. Na sequência da partida, nem mesmo Mbappé foi capaz de vencer a organizadíssima defesa milanista e teve de lamentar, ao lado dos companheiros, a segunda derrota na Champions League.

Haaland marca e garante classificação antecipada do Manchester City

Em outro jogo da rodada, no Grupo G, o Manchester City cumpriu a expectativa e venceu o Young Boys, no Etihad Stadium, sem maiores dificuldades. Fez 3 a 0, com dois gols de Haaland e um de Foden, e chegou aos 12 pontos na liderança. Com isso, garantiu a classificação para as oitavas de final, mesmo restando ainda duas rodadas para o fim da primeira fase.

O RB Leipzig, que chegou aos nove pontos ao bater o Estrela Vermelha por 2 a 1, garantiu a outra vaga do Grupo B. Resta, portanto a disputa pela liderança entre a equipe alemã e o time de Guardiola, além da definição da vaga na Liga Europa, que ficará com Young Boys ou Estrela Vermelha, no momento empatados com um ponto.

O placar elástico do City não foi o maior desta terça. Na Espanha, o Atlético de Madrid trucidou o Celtic com uma goleada por 6 a 0, chegou aos oito pontos e saltou para a liderança do Grupo Grupo E, até então liderado pelo Feyenoord, que perdeu por 1 a 0 para a Lazio, agora vice-líder, com sete pontos. Já o time holandês caiu para terceiro, com seis, enquanto o Celtic está em último, com apenas um.

Pelo Grupo H, o Porto fez 2 a 0 no Real Antuérpia, igualou os nove pontos do líder Barcelona, e está na vice-liderança por desvantagem no número de gols marcados. Mais cedo, os catalães perderam por 1 a 0 para o Shakhtar Donetsk, terceiro colocado, com seis pontos, resultado que acirrou a briga da chave. O Real Antuérpia é o único que não pontuou.

Compartilhe esta notícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese