Cristiano Ronaldo entra em conflito com a Juventus por isolamento, diz jornal

Segundo o jornal Gazzetta dello Sport, o episódio aconteceu após o “não-jogo” entre Juventus e Napoli.

© Getty

Por GOAL

Cristiano Ronaldo gerou um mal-estar na Juventus. O craque português se revoltou contra a postura de dirigentes no último domingo, 4 de outubro, após dois casos de coronavírus serem constatados no elenco bianconeri.

Segundo o jornal Gazzetta dello Sport, o episódio aconteceu após o “não-jogo” entre Juventus e Napoli. Foi recomendado aos jogadores da Juve que eles ficassem em isolamento no hotel do clube após o diagnóstico de Covid-19 em dois atletas, que não tiveram o nome divulgado.

Diante deste cenário, o jornal afirma que Cristiano Ronaldo ergeu a voz contra os dirigentes do clube na frente dos próprios companheiros e foi o primeiro jogador a deixar a concentração. O camisa 7, que testou negativo, considerou injusto o isolamento e, consequentemente, atrasar sua apresentação à seleção portuguesa.

O craque foi o primeiro jogador a deixar a “bolha” da Juve, sob sua responsabilidade. Outros jogadores seguiram o exemplo do português, que dormiu em sua casa no domingo e já na segunda-feira viajou para Portugal.

Com a seleção de seu país, Cristiano Ronaldo participou do empate sem gols com a Espanha e ainda tem outros dois compromissos nesta data Fifa: contra a França, no domingo, 11, e contra a Suécia, na quarta-feira, 14, ambos válidos pela Uefa Nations League.

A Juve só entra em campo novamente no dia 17 de outubro, quando enfrenta o Crotone em jogo válido pela Serie A Tim.

Compartilhe esta notícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese