Sampaio Corrêa surpreende e freia sequência de vitórias do CSA na Série B.

Sampaio Corrêa derrotou o CSA, que, por sua vez, vinha de três vitórias seguidas.

© Fornecido por LANCE! (Reprodução/Premiere)

Por LANCE!

Em um confronto agitado no estádio Castelão, em São Luís, na tarde deste sábado (3), pela 13ª rodada do Brasileirão Série B, o Sampaio Corrêa derrotou o CSA, que, por sua vez, vinha de três vitórias seguidas.

Com o resultado, o time maranhense chegou aos 11 pontos, pulando para a 18ª posição. Já a equipe alagoana, com o tropeço fora de casa, caiu para a 15ª colocação, mantendo seus 13 pontos.

O jogo

Embalado pelos bons resultados nos últimos jogos, o CSA iniciou o confronto pressionando o Sampaio Corrêa, buscando mais seu campo de ataque. Entretanto, foi o time maranhense quem saiu na frente. Conseguindo equilibrar mais as ações, aos 16 minutos, Gustavo Ramos, aproveitando cruzamento de Luís Gustavo, mandou para o fundo das redes. 1 a 0.

Tentando correr atrás do prejuízo ainda no primeiro tempo, o Azulão foi pra cima. Buscando ficar mais com a posse de bola, aos 25 minutos, Pimpão, por muito pouco, não conseguiu marcar, mandando a bola por cima do gol de Matheus Mendes.

Na reta final da etapa, Pimentinha ainda tentou criar algumas boas chances para o Tubarão. Porém, o atacante acabava esbarrando na forte marcação da equipe adversária, que, por sua vez, ainda teve outra grande chance de marcar, desta vez com Paulo Sérgio, passando próximo ao gol.

Já no segundo tempo, com Mozart optando por iniciar a etapa colocando Allano no lugar de Márcio Araújo, o CSA chegou a pressionar a saída de bola do Sampaio. Com isso, tentava roubar a posse de bola, na expectativa de surpreender e marcar.

Com o tempo passando, e sem sucesso nas investidas, novamente o treinador da equipe visitante recuou ao seus suplentes. E deu novo ânimo ao time. Até meados dos 30 minutos, e com direito a algumas trocas por parte de Léo Condé, que, por sua vez, tentava segurar o resultado, outra vez ele, Paulo Sérgio assustou Matheus Mendes em uma bonita finalização.

Com o tempo passando, o final de jogo ganhou ares dramáticos. Na expectativa de manter o 1 a 0, a equipe do Sampaio segurou-se do jeito que podia, vendo ainda a expulsão por parte de Allano, além de Nadson, aos 49, perder uma chance incrível, dando a deixa para a arbitragem encerrar o duelo.

Compartilhe esta notícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese