São Paulo se despede do Brasileirão com vitória sobre o Flamengo no Morumbi

Luciano marca o único gol da partida no primeiro tempo; apesar da derrota, time de Tite se garante na fase de grupos da Libertadores

Luciano comemora o gol do São Paulo sobre o Flamengo Foto: Amanda Perobelli / Reuters

Estadão

O Campeonato Brasileiro ficou em segundo plano para o São Paulo durante boa parte da temporada por causa da Copa do Brasil. Contra o Flamengo, mesmo adversário daquela final em que conquistou um título inédito, o time do técnico Dorival Junior se despediu de 2023 com uma vitória por 1 a 0, nesta quarta-feira, com pouco mais de 35 mil são-paulinos no Morumbi. O gol foi anotado por Luciano, que fechou o ano como artilheiro da equipe.

Com o triunfo na última rodada, o São Paulo terminou o Brasileirão com 53 pontos na 11ª colocação. Já o Flamengo, com o técnico Tite – contratado justamente depois da decisão da Copa do Brasil -, se recuperou no campeonato e fechou na quarta posição, com 66 pontos, garantido vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores da América.

O começo da partida foi acompanhado de algumas trapalhadas. A primeira fez o torcedor do Flamengo ficar arrepiado. Pablo recuou bola para o goleiro Rossi, que errou o domínio e quase levou o gol contra. Pelo outro do São Paulo, Arboleda se enrolou na lateral do campo e, por pouco, não entregou o ouro. Para completar o enredo da comédia, o árbitro Caio Max Augusto Vieira decidiu que não iria apitar nenhuma falta, o que irritou bastante os jogadores.

Quando os times se assentaram em campo, o São Paulo repetiu o que fez na maioria dos jogos no ano, com mais posse de bola para empurrar o adversário para trás. A primeira finalização aconteceu aos 18 minutos. Beraldo arriscou de muito ,longe e Rossi sofreu para defender. Apesar de brigar por uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores, o Flamengo se desligava do jogo em muitos momentos, cometendo erros em lances simples.

Neste cenário, o gol do São Paulo não demorou para sair. Caio Paulista e Wellington Rato trocaram figurinhas pelo lado direito até o passe encontrar Luciano, livre de marcação na área, para finalizar fora do alcance de Rossi. A equipe de Dorival Junior se sentia confortável na partida. Não era ameaçado. Faltou menos preciosismo para ampliar o placar antes do intervalo.

No segundo tempo, Tite trocou peças e buscou alternativas para fazer o Flamengo reagir. Nada feito. O São Paulo se fechou para atuar no contra-ataque, soube sofrer o mínimo necessário e fechou o ano com uma vitória sobre o adversário que vai ser sempre lembrando (e citado) como o do título inédito da Copa do Brasil.

SÃO PAULO 1 X 0 FLAMENGO

SÃO PAULO – Rafael; Nathan, Arboleda, Beraldo e Welington (Patryck); Pablo Maia, Alisson, Wellington Rato (Diego Costa) e Caio Paulista (Erison); Juan (William Gomes) e Luciano (Talles Costa). Técnico: Dorival Junior.

FLAMENGO – Rossi; Varela (Wesley), Fabrício Bruno, Pablo (Allan) e Ayrton Lucas; Erick Pulgar, Gerson (Bruno Henrique) e Arrascaeta; Luiz Araújo (Victor Hugo), Everton Cebolinha (Everton Ribeiro) e Pedro. Técnico: Tite.

GOL – Luciano, aos 26 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Caio Max Augusto Vieira (RN)

CARTÕES AMARELOS – Pablo e Allan.

RENDA – R$ 2.414.279,00.

PÚBLICO – 36.618 pessoas.

LOCAL – Morumbi.

Compartilhe esta notícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese