Vasco perde para o Grêmio em despedida de Suárez, mas vitória em casa pode garantir permanência

Cruz-maltino se beneficiou das derrotas de Bahia e Santos, adversários diretos na briga contra a queda

Suárez marcou o gol do Grêmio em sua despedida na Arena — Foto: SILVIO AVILA / AFP

O GLOBO

O Vasco teve a oportunidade de se livrar do rebaixamento já na 37ª rodada. Mas se o resultado mais improvável aconteceu em Belo Horizonte, com a vitória do lanterna América-MG sobre o Bahia (3 a 2), o cruz-maltino jogou mal em Porto Alegre e saiu derrotado para o Grêmio. A derrota por 1 a 0, com gol de Suárez, não mexeu na tabela.

Com a derrota do Santos para o Athletico, a distância entre os que brigam pela permanência fica entre Santos (15º, 43 pontos), Vasco (15º, 42) e Bahia (17º, 41, primeiro no Z4). Para o Vasco, basta uma vitória simples contra o Bragantino, nesta quarta-feira, em São Januário, para escapar do rebaixamento. Outros resultados dependerão de tropeços dos adversários. Os ingressos para a partida estão esgotados.

Despedida e gol de Suárez

A partida teve festa para Luis Suárez, que fazia despedida dos torcedores gremistas na Arena — o atacante não continua no clube no ano que vem. Ele foi recebido por crianças em campo, arquibancadas cheias de torcedores com máscaras de seu rosto e bandeira “Obrigado, Lucho”.

E ele deu aos torcedores o que festejar: logo no primeiro minuto de segundo tempo, o uruguaio recebeu de Nathan Fernandes e bateu da entrada da área, no cantinho e no seu melhor estilo, para abrir o placar. O Grêmio já tinha balançado as redes no primeiro tempo, com Rodrigo Ely, de cabeça, mas o VAR verificou impedimento milimétrico na jogada.

Foi dos donos da casa a maior iniciativa da primeira etapa, mas era o Vasco quem precisava do resultado. Com três zagueiros, mas sem conseguir se impor pelo meio, o time de Ramón Díaz tinha as melhores chances em contra-ataques. Na melhor delas, Gabriel Pec ganhou de Villasanti e ficou com campo aberto, mas preferiu forçar o passe. Vegetti também teve boas chances, mas pecou nas finalizações.

No segundo tempo, o cruz-maltino precisou se lançar ao ataque por ter sofrido o gol cedo. Até conseguiu empurrar o Grêmio para trás, principalmente após as entradas de Payet e Jair — antes, Vegetti ainda perdeu outra ótima chance.

Mas quem teve o melhor momento foi o Grêmio. Ferreirinha arrancou da esquerda para o meio, chutou forte e viu Léo Jardim fazer uma defesaça. No rebote, Suárez ainda acertou a trave, com a bola resvalando na perna do goleiro cruz-maltino na sequência.

Sem pernas e em noite de pouca criatividade, o Vasco ainda teve Rossi e Praxedes lançados no segundo tempo, mas pouco mudou o panorama do jogo. No fim da partida, Caíque ainda fez um milagre em chute de Praxedes, mas foi um lance isolado. Nos demais momentos, os donos da casa controlaram pelo meio quando foi possível e garantiram a vitória importante na luta pelo G4.

Compartilhe esta notícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese