Vândalos aproveitam a queda do muro da escola estadual Edison Cunha e destroem grades e quebram janelas em Parnaíba.

Muro da Escola Edison Cunha caído nas proximidades da Rua Anhanguera provoca transtornos a vizinhança local.

Muro da Escola Edison Cunha caído nas proximidades da Rua Anhanguera. Foto: Rádio Igaraçu 95.7 FM
Por: Phbwebcidade – Parnaíba PI

Nesta quarta-feira (17), o muro lateral as margens da Rua Anhanguera da Unidade Escolar Edison Cunha veio desabar deixando o prédio vulnerável à vândalos na cidade de Parnaíba.

Portas e janelas já foram arrancadas e até agora nenhuma providência foi tomada.

Portas e janelas quebradas na escola Edison Cunha em Parnaíba PI.

Segundo populares que moram próximo a escola é de que o local está servindo de ponto para uso de drogas e encontros de vândalos que destroem a escola. “Ontem a noite tinha dois indivíduos na minha calçada, acho que esperando agente dormir para entrar na escola e usar drogas e aproveitar para roubar” diz a senhora que não quis se identificar.

Com o muro da escola destruído, além de favorecer a ação de vândalos contribui também para amedrontar a vizinhança comedo de serem roubados ou ater mesmo de serem vítima de assaltos.

A escola está fechada temporariamente por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19). E não tem previsão de quando será aberta novamente.

Quem é Edison Cunha

Edison Cunha

Edison Cunha foi o primeiro bibliotecário da Academia Piauiense de Letras. Exerceu o cargo com rara competência, apesar de a entidade cultural estar ensaiando os primeiros passos. Estudioso, amigo dos livros, seguia o belo exemplo de seu pai Higino Cunha.

Sabia ele, sem dúvida, que não podemos dissociar os vocábulos livro, biblioteca e cultura, porque eles reciprocamente se solicitam. Um escorço histórico que se faça evidência que somente a partir do século XV, com o Renascimento, foi que teve início um processo, precedido de uma série de transformações no âmbito cultural ligadas à bússola, à pólvora e à impressão de livros.

Compartilhe esta notícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese