Órgãos do Estado do Piauí intensificam ações para evitar queimadas e risco de incêndios

Medidas devem ser intensificadas a partir deste mês de setembro, quando a temperatura deve aumentar e a umidade do ar cair ainda mais

Órgãos do Estado intensificam ações para evitar queimadas e risco de incêndios – Reprodução

Meio Norte 

A Defesa Civil do Estado, o Corpo de Bombeiros e as secretarias do Meio Ambiente e Recursos Hídricos e de Segurança Pública estão adotando ações conjuntas para prevenir queimadas e orientar a população para os riscos de incêndios diante do aumento da temperatura e a queda da umidade do ar.

A iniciativa envolve campanhas de conscientização e contenção de focos de incêndio, além de medidas para identificar e punir eventuais responsáveis por incêndios criminosos. O Governo do Estado está divulgando campanha publicitária nas TVs e emissoras de rádio, com orientação sobre medidas que a população deve adotar para prevenir e evitar incêndios.

Há uma semana o governador Rafael Fonteles reuniu representantes das secretarias e determinou medidas para prevenir as queimadas e para orientar a população sobre os riscos de incêndio. A orientação dele é que essas ações sejam intensificadas agora, a partir de setembro, quando a temperatura tende a aumentar ainda mais.

A Secretaria de Defesa Civil estuda a ampliação de núcleos de brigada contra incêndios e a Secretaria de Meio Ambiente lançou canal de atendimento da Coordenação de Incêndios Florestais, que tem o intuito de prestar socorro e denúncias de queimadas ilegais. O número para o atendimento via WhatsApp é (86) 9 9421-6693.

Os esforços dos órgãos do Estado envolvem ainda parceria com as prefeituras municipais. Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o Piauí registrou mais de 1.400 focos de incêndio em agosto. Nesta segunda-feira, um incêndio atingiu o pátio do posto da Polícia Rodoviária Federal em Campo Maior (80 quilômetros ao norte de Teresina) e danificou dois veículos. Ninguém ficou ferido. O fogo foi controlado depois da ação do Corpo de Bombeiros.

CUIDADOS PARA EVITAR QUEIMADAS.

Os órgãos chamam a atenção para cuidados que evitem queimadas, tais como: não queimar lixo doméstico ou entulhos; não jogar pontas de cigarro, latinhas ou garrafas em vias públicas, pois elas podem facilitar o início de incêndios; evitar queimadas para renovar pasto ou plantação.

O coronel Emídio Oliveira, do Corpo de Bombeiros, ainda cita a importância da forma correta de descarte do lixo para evitar incêndios. “O lixo deve ser colocado no saco adequado para ser recolhido pela prefeitura. Já os resíduos sólidos precisam ser separados pelo morador, e levá-los aos locais destinados pelo município, que fará o recolhimento”, orienta.

(Com informações do Governo do Estado)

Compartilhe esta notícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese