Cantor do The voice Kids, de 15, é assassinado em Pernambuco.

Com informações do Diário de Pernambuco.

Participante da edição de 2018 do The voice kids, o cantor Arthur Almeida, conhecido como Tuca Almeida, 15 anos, foi assassinado por volta das 17h desta quinta-feira (30) na Rua Campo Grande, em Candeias, Jaboatão dos Guararapes.

De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), um grupo de seis homens entrou em um estabelecimento comercial procurando pelo cunhado de Arthur, que estava com ele.

As investigações do caso estão sendo conduzidas por uma equipe da Força Tarefa de Homicídios Metropolitana Sul, sob coordenação do delegado Fábio Lacerda. “De acordo com informações preliminares, um grupo formado por seis homens encapuzados adentrou em um estabelecimento comercial, efetuando disparos de arma de fogo. Procuravam, supostamente, pelo cunhado da vítima, que estava no local acompanhando o jovem e conseguiu fugir”, informou a Polícia Civil, em nota.

A vítima estudava no Colégio Madre de Deus, em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. A escola divulgou nota lamentando a morte do estudante, que cursava o primeiro ano do ensino médio.

“A família Madre de Deus se compadece com a dor da família. Tuca, como era conhecido, era um menino de ouro e muita luz, que só fazia o bem, além de um excelente aluno. O colégio, por meio de sua administração, professores, funcionários, colegas e comunidade, lamenta profundamente essa tragédia e neste momento de dor e perda, transmite os seus sentimentos aos familiares, amigos e colegas. Estamos de luto”, ressaltou o Madre de Deus no texto.

Fã de pop – principalmente Jessie J e Sam Smith – e de MPB, tendo como referências Nando Reis e Roberta Campos, o cantor compartilhava, pelas redes sociais, vídeos de covers que gravava. Nascido em Belo Horizonte (MG), o adolescente é lho de uma recifense com um capixaba e morava em Pernambuco desde os 6 anos, quando se mudou para estar mais próximo da família materna. Quando participou do reality musical da TV Globo, não viu as cadeiras dos jurados Simone e Simaria, Claudia Leitte ou Carlinhos Brown virarem, mas não desanimou. “Fiquei triste pelo fato de não ter passado, mas muito feliz por ter ido, porque era um sonho desde os 7 anos”, disse ao Diario, em entrevista após apresentação no programa, em janeiro

Diário de Pernambuco.

Compartilhe esta notícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese