Homem conhecido como, “João do Ede” é baleado em tentativa de homicídio em Cocal dos Alves

Segundo informações o lavrador estava caçando com um amigo no povoado “Palmeiral” Campestre

Lavrador João Cardoso de Brito o “João do Ede” sendo conduzido para o hospital de Cocal PI

Blog do Coveiro

O lavrador João Cardoso de Brito, conhecido popularmente como “João do Ede”, de 37 anos, foi vítima de uma tentativa de homicídio ao ser alvejado por disparo de arma de fogo no início da noite desta segunda-feira (01.jul.2022), em uma área de mata na altura da localidade Palmeiral, zona rural de Cocal dos Alves, município da região Norte do Piauí.

As informações colhidas pelo Blog do Coveiro apontam que João em companhia de um amigo se encontravam em meio a vegetação caçando quando um atirador até o momento não identificado e que estava escondido efetuou um tiro, provavelmente de espingarda, que atingiu o lado esquerdo da vítima na região do tórax, abdômen e quadril.

Ainda conforme o apurado pela nossa reportagem, o local do ocorrido é de difícil acesso e longínquo de moradias. O amigo de caça ainda tentou auxiliar a vítima a levando na garupa de uma moto, mas devido as fortes dores, ela não aguentou seguir viagem.

Acredita-se que o ferido tenha esperado por mais de quatro horas pelo resgate da equipe de socorristas, que diga-se de passagem, teve que enfrentar inúmeros obstáculos até localizar o ferido.

Os socorristas coordenados por um médico se depararam com a vítima consciente e orientada, mas se queixando de fortes dores e com a respiração ofegante. O baleado foi encaminhado ao hospital de Cocal, onde recebeu os primeiros socorros e a equipe médica avaliou a suspeita de que estilhaços de chumbo possam ter atingindo o baço.

Diante dos fatos, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizou a devida transferência do paciente para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde (Heda) em Parnaíba

A Polícia Militar auxiliou os profissionais no atendimento ao baleado e ainda empreendeu diligências para identificar o autor da tentativa de homicídio. O caso passa a ser investigado pela Polícia Civil de Cocal.

Compartilhe esta notícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

pt_BRPortuguese