“OPERAÇÃO VAPOR CLANDESTINO” -PF COMBATE COMERCIALIZAÇÃO DE CIGARROS ELETRÔNICOS NO PIAUÍ

Teresina/PI. A Polícia Federal, com o apoio da Receita Federal, deflagrou, na manhã desta quarta-feira (13/12), a Operação Vapor Clandestino, com o objetivo de combater a comercialização de cigarros eletrônicos, também conhecidos popularmente como Vape, em Teresina.
A operação mobilizou 20 policiais federais e três auditores da Receita Federal para o cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão em endereços de lojas físicas, virtuais relacionados a perfis de redes sociais que atuavam na capital piauiense.
As investigações iniciaram após uma série de apreensões, realizadas pela Polícia Federal, de cargas de cigarros eletrônicos comercializadas por via postal. Durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidas centenas de aparelhos e acessórios de vapes.
A importação e venda de cigarros eletrônicos, acessórios, refis e essências são proibidas no Brasil desde 2009, conforme Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, com penalidades previstas variam de advertências a multas. Os responsáveis também podem responder pelo crime de contrabando com pena dois a cinco anos de reclusão.
Compartilhe esta notícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese