Resumo da Copa: Suécia frustra festa australiana, bate seleção da casa e conquista 3º lugar

Dormiu e não conseguiu acompanhar o Mundial feminino? O ‘Estadão’ resume o 31º dia da competição para você e informa a programação dos dias seguintes

Seleção sueca celebra o segundo gol contra a Austrália – Patrick Hamilton / AFP

Estadão

A festa australiana no estádio de Suncorp, em Brisbane, contou com a presença de quase 50 mil australianos para o jogo entre Austrália e Suécia, válido pela disputa de terceiro lugar da Copa do Mundo de 2023. A celebração da torcida local, no entanto, foi frustrada pela seleção europeia, que não se deixou abalar pela pressão rival e construiu uma vitória por 2 a 0. É a quarta vez na história que as suecas ficam em terceiro lugar em um Mundial. Já para a Austrália, o quarto lugar é o melhor resultado que as Matildas já alcançaram no torneio.

Com pênalti polêmico, Suécia supera pressão das arquibancadas australianas e fatura terceiro lugar no Mundial

O clima da disputa de terceiro lugar em Brisbane era de final de campeonato. A seleção australiana jamais havia chegado nessa fase da competição e, apesar da eliminação para a Inglaterra há alguns dias, a torcida local aproveitou a oportunidade para fazer a festa e impulsionar as Matildas à um inédito terceiro lugar. A Suécia, no entanto, tinha outros planos.

Em um primeiro tempo agitado e equilibrado, a Suécia buscava controlar o jogo e a Austrália apostava nos contra-ataques para oferecer perigo a meta da goleira Zećira Mušović. As Matildas até chegaram perto do primeiro gol, mas foram as europeias que abriram o placar com um pênalti pra lá de polêmico. A defensora Hunt derrubou a atacante Blackstenius na área e o VAR assinalou penalidade máxima.

As vaias da torcida e as reclamações das australianas deixavam evidente que elas não concordavam com a marcação da falta, mas Rolfo pouco se importou e abriu o placar do jogo com uma ótima cobrança. Na primeira etapa, a Suécia ainda desperdiçou outras duas boas chances de ampliar sua vantagem.

No segundo tempo, o panorama pouco mudou. As europeias apertaram a marcação e dificultaram ainda mais a vida das australianas, que acabaram apostando na bola longa. A solução foi pouco efetiva e, em um contra-ataque, a atacante Asllani decretou o 2 a 0 no placar. A Austrália até ensaiou uma reação e chegou a oferecer perigo ao gol de Mušović, mas não consegui vencer o paredão sueco.

Com o time da casa já cansado e sem conseguir produzir muita coisa, a torcida local aproveitou para homenagear Sam Kerr e a jogadora do Chelsea era ovacionada assim que tocava na bola. O apito final decretou a derrota australiana, mas a seleção foi muito aplaudida.

Próximos jogos

20/08

  • 7h – Inglaterra x Espanha
Compartilhe esta notícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese