São Paulo põe Lucas Moura e Calleri só no segundo tempo e empata com o Botafogo no Morumbi

James Rodríguez faz primeiro jogo como titular, mas deixa o campo no intervalo neste sábado, pelo Brasileirão

Lucas Moura entrou no segundo tempo da partida contra o Botafogo Foto: Carla Carniel /Reuters

Estadão

O São Paulo continua sem conseguir vencer no Campeonato Brasileiro. Neste sábado, com outro bom público no Morumbi, o time tricolor jogou com uma formação alternativa e, apesar das entradas de Lucas Moura e Calleri no segundo tempo, empatou sem gols com o líder Botafogo. James Rodríguez fez o primeiro jogo como titular.

Agora são cinco partidas de jejum no Brasileirão para uma equipe que dá prioridade para Copa do Brasil (enfrenta o Flamengo na decisão em setembro) e Sul-Americana (decide vaga na semifinal diante da LDU). A distância para o Botafogo é de 20 pontos neste momento. O líder chegou aos 17 jogos sem perder, soma 48 pontos e mantém boa vantagem na tabela de classificação.

O primeiro tempo do São Paulo contra o Botafogo foi oposto ao do clássico com o Corinthians. Com três canhotos no meio de campo, entre eles James Rodríguez, e sem Lucas Moura, o time tricolor abriu mão de atuar verticalmente para colocar em ação um futebol mais cadenciado. A maior preocupação era não deixar o perigoso adversário controlar o jogo. Não à toa, foram 65% de posse de bola.

A postura, no entanto, fez o São Paulo criar muito pouco. A melhor chance foi com Juan, aos 10 minutos, quando Lucas Perri foi mais feliz diante do atacante. No restante do tempo, muita troca de passe e pouca efetividade da equipe da casa. O Botafogo jogou no erro do rival e, quando conseguiu retomar o controle da bola no campo de ataque, decidiu rapidamente o lance. Eduardo teve uma chance incrível, mas chutou para fora.

O São Paulo voltou diferente para o segundo tempo. Auxiliar e filho de Dorival Junior, Lucas Silvestre, que comandava o time na suspensão do treinador, colocou Lucas Moura no lugar de James Rodríguez. A intenção, claro, era trazer para o sonolento jogo da etapa inicial o comportamento elétrico do clássico de quarta-feira. Não deu muito certo. O Botafogo cresceu no jogo e teve duas boas chances para abrir o placar.

Lucas Silvestre respondeu colocando em campo outro jogador considerado titular: Calleri. O São Paulo melhorou, mas não o suficiente para superar o líder do Brasileirão, parando em Lucas Perri. Finalista da Copa do Brasil e caminhando na Sul-Americana, o time tricolor faz um Brasileirão irregular e fica cada vez mais distante do pelotão da frente que vai brigar por vaga na Libertadores.

SÃO PAULO 0 X 0 BOTAFOGO

  • SÃO PAULO: Jandrei; Nathan Mendes, Arboleda, Diego Costa e Welington; Pablo Maia (Luan), Gabriel (Alexandre Pato), Michel Araújo e James Rodríguez (Lucas Moura); Juan (Calleri) e Luciano (Rodriguinho). Técnico: Lucas Silvestre (auxiliar)
  • BOTAFOGO: Lucas Perri; Di Plácido (JP), Adryelson, Victor Cuesta e Marçal (Hugo); Marlon Freitas, Tchê Tchê e Eduardo; Victor Sá (Júnior Santos), Janderson (Diego Costa) e Luis Henrique (Matías Segovia). Técnico: Bruno Lage.
  • ÁRBITRO: Ramon Abatti Abel (SC).
  • CARTÕES AMARELOS: Di Plácido, Luciano, Welington, Tchê Tchê, Diego Costa (São Paulo), Rafinha.
  • PÚBLICO: 51.946 pessoas.
  • RENDA: R$ 3.450.135,00.
  • LOCAL: Morumbi.
Compartilhe esta notícia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese